A Fábula do Cuidador

R$39,00

Ou em até 1x de R$39,00
Sem Juros - PagSeguro

 

 

Descrição

Esta fábula retrata a importância do autocuidado através de uma flor com “miolos de inventar” e cuidadora de estrelinhas adoecidas. As personagens advêm da experiência de cuidados da autora, de contos de nosso imaginário, em uma narrativa leve, lúdica e sutil, enquanto trata de conflitos e sonhos de quem cuida.

___________

Comentários de leitores, você encontra abaixo e no livro.

ISBN: 978-85-63628-02-2
Editora: Sana Arte

___________________

Deseja receber o livro autografado? Informe pelo WhastApp – 55 (51) 996 542 097.

 

COMENTÁRIOS DE LEITORES

Tu és de uma delicadeza impressionante, Marilice. És uma aranha a tecer a vida de forma sutil e elegante.
A primeira imagem que me veio depois da leitura foi a da delicadeza de uma gota de orvalho. Sensibilidade à flor da pele. Até comecei a pegar o livro com as duas mãos. Os desenhos, tudo muito bom, uma simplicidade poética difícil de harmonizar se encontra em cada página. É um livro bom de se ler bem devagar, pela leveza das imagens às quais ele nos conduz.
Celso Sant´Anna, ator e escritor
*
É com alegria que desejo cumprimentá-la pelo seu livro A Fábula do Cuidador, que acabei de ler. De fato, esse livro é um primor. Não só pela bela capa e cuidadosa editoração, mas principalmente pelo envolvente conteúdo. Ele tem sabedoria, filosofia, poesia e encantamento. É um livro prazeroso!
Nilva Ferraro, advogada, escritora, poeta e artista plástica

*
Imperdível!!!!!!! Gratidão Marilice Costi, por compartilhar, mais esse trabalho de profunda e visceral sensibilidade!!!!!! Bjs
Ana Lucia Wagner, Bibliotecária

*
Marilice Costi é escritora, poeta, Mestre em Arquitetura, Especialista em Arteterapia, além de possuir outros talentos e qualidades. É uma pessoa polivalente, multisciente, sabe muito sobre o que faz e muito se dedica como artista e cidadã no cuidado com o ser humano. A sua arte, a sua literatura e a sua atividade estão intimamente ligadas, como nesta obra. A autora escreve com coragem e ternura sobre as dificuldades, os desafios e a possível redenção nos relacionamentos amorosos muitas vezes marcados pela ausência de autoconhecimento, pela incompreensão amorosa entre homens e mulheres, e pela incapacidade das pessoas saberem cuidar de si mesmas. (…) Esta fábula se inscreve entre as obras que procuram iluminar uma das questões mais urgentes na sociedade contemporânea, em que se faz necessário um segundo nascimento do masculino, com a construção afetiva de um novo homem diante do surgimento de uma nova mulher. Uma leitura necessária a todos.
Dilan Camargo, escritor

*
Esta foi a primeira vez que li um livro de Marilice. Gostei muito da maneira como ela desenvolveu o texto a partir dos 4 cuidados ao processo de amadurecimento, desprendimento e libertação da Edelvais, e da criação do novo vínculo – um vínculo sadio – representado no relacionamento da flor/ave com a gaivota. E também da importância de termos pessoas que nos alimentem, de se ter self-objects como fala o Kohut. A história transita por diversas fábulas, o que mobiliza as nossas histórias lidas na infância. Admirável!
Marise Zimmermann, MAAT, ATR-BC – Expressive Arts Therapy Department Supervisor – John Muir Behavioral Health Center – Concord, CA, USA

*
Um verdadeiro release da vida cotidiana. A autora transfere com sensibilidade o raciocínio da comunicação entre os personagens da história para a vida real com uma sutileza magnânima. Texto digno de Marilice Costi
Marilene Dantas, jornalista – São Paulo/SP

*
Com inteligência e sabedoria – que são duas coisas diferentes, na medida em que a primeira é dada e a segunda, conquistada – Marilice Costi apresenta aos seus leitores este texto que intitulou “A fábula do cuidador”. (…) …num texto repleto de pensamentos positivos e de ensinamentos de vida, Marilice Costi produz uma deliciosa alegoria sobre as relações e os sentimentos, propondo ao seu leitor a crença nos próprios sentimentos e nos próprios sonhos, estimulando-os a fazer, tal qual a edelvais: sair em busca deles.
Jane Tutikian, Escritora e Diretora do Instituto de Letras/UFRGS

*
O texto é agradável de ler. Segui do início ao fim sem parar, como se estivesse ouvindo a autora a contar uma história.
Glacir Pissolatto, Psicóloga*

Marilice… sem palavras, amiga!
Fantástico. ..mágico. ..DIVINO!
Muito Obrigada!                                                                                                                                                                             Dina Dallasta, cuidadora, Bauru/SP – 08/08/2016

Informação adicional

Peso 0,180 kg
Dimensões 14 × 21 × 0,5 cm